Sobre cortar o cabelo do seu bebê (sem sua autorização!)

9 de set. de 2015

Por acaso você já passou por uma situação um tanto desconfortante: alguém cortou o cabelo do seu filho(a) sem pedir autorização? Como você reagiu?


Primeira vez (oficial) do Nicholas cortando o cabelinho!

O Certificado fofo que a Leela recebeu da cabeleireira no shopping de Dublin

Pois é, eu tenho algumas histórias engraçadas, e de certa forma preocupantes. Me lembro quando meu afilhado era criança, tinha um cabelo lindo, loiro e encaracolado, como de um anjinho, e sua mãe adorava passar creme e cuidar daqueles caixinhos dourados. Muitos elogiavam, eu particularmente achava lindo, meu príncipe parecia um surfistinha smile emoticon. Porém minha irmã estava separada do pai, e toda vez que seu filho ia ficar na casa do pai e da avó paterna era aquela decepção quando ele voltava: haviam cortado seu cabelo! Minha irmã não conseguia esconder o olhar de surpresa e frustração por tamanho desrespeito à escolha dela de como deixar e cuidar do cabelo do filho. A família do pai argumentava que o cabelo dele 'parecia de menina'. Algo parecido aconteceu com uma amiga, que deixava o bebê de 10 meses para uma babá cuidar. Um certo dia, ao buscar o bebê, percebeu que seu cabelo havia sido cortado. Ao ser questionada a babá disse que não havia cortado, mas era visível e minha amiga também teve aquele mesmo sentimento de surpresa - frustração - raiva, por alguém ter de certa forma invadido a privacidade de sua família e tomado decisões sem lhe consultar. Decidi postar sobre isso hoje porque algo parecido aconteceu comigo, meu bebê estava sendo cuidado por uma amiga de minha mãe, e como a irmã dela é cabeleireira, ela pediu que a irmã cortasse o cabelo dele. Quando cheguei fiquei surpresa também, e um pouco incomodada, porque nunca tínhamos cortado o cabelo dele e queríamos que esse fosse um evento especial. Quando fomos cortar o cabelo de minha filha pela primeira vez nós fizemos disso um evento em família muito especial. Planejamos num sábado pra ir ao shopping onde havia uma cabeleireira infantil, tiramos fotos, filmamos, e ainda levamos pra casa um certificado e um saquinho com seus cachinhos, foi muito legal e guardamos uma lembrança linda deste dia. E era assim que estávamos planejando fazer com o Nicholas. Porém não foi nada demais, eu conversei com essa amiga, e até pedi desculpas por minha reação de surpresa, sei que ela não fez por mal e jamais a queria ver chateada. Porém acho importante levantar essa questão para que parentes, amigos e cuidadores tenham consciência da importância de consultar com os pais antes de tomar qualquer atitude em relação à criança, nesse caso, antes de cortar o cabelo. Parece algo banal (qual o problema em cortar o cabelinho dele?!?), porém para os pais não é, percebi que muitos se sentem como eu, eles querem tomar juntos essa decisão e participar daquele momento especial em que o bebê tem seu cabelo cortado pela primeira vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário